ProtectVir cria atendimento especial para projetos de proteção contra Covid-19

A equipe do ProtectVir, película autoadesiva que consegue inativar com eficácia vírus, bactérias e fungos, montou um grupo especializado para atender projetos personalizados desenvolvidos por arquitetos ou demandas de grandes indústrias e serviços, como: escolas, shoppings centers, cadeia de lojas e redes de supermercados.

A película permite proteger tudo que seja compartilhado, evitando a contaminação cruzada pelo coronavírus em superfícies táteis onde muitas pessoas tocam, seja no ambiente doméstico ou corporativo.

“Grandes empresas estão orçando adesivação de botões do elevador, mesas, catracas, balcões, teclado de computador, telefones de mesa, maçanetas, puxadores, máquina de café, máquinas de cartões de crédito, aparelhos de ponto, controle remoto. São projetos especiais que devem ser atendidos em metragens que aproveita o máximo do produto, sem desperdício”, explica Ramatis Radis, head do ProtectVir.

Eficácia comprovada

“Quando começamos o desenvolvimento, a ideia era de um tapete automotivo anti-Covid e descobrimos que poderíamos investir numa linha mais abrangente, que pudesse atender um número muito maior de pessoas. A ação do produto é permanente, pois todos os agentes antivirais estão incorporados na massa do produto, mantendo, assim, sua eficácia. E a partir do momento que colocamos as mãos sobre o local já protegido com o ProtectVir, imediatamente o produto começa a agir, inibindo a contaminação cruzada”, explica Ramatis Radis, gestor do projeto ProtectVir.

Para desenvolver o produto, a Borkar investiu R$ 1,5 milhão e procurou os maiores fornecedores do mercado, sendo o principal parceiro a Nanox®, empresa pioneira em nanotecnologia que desenvolve soluções para empresas inovadoras, como a aplicação das micropartículas de prata capaz de eliminar por contato o coronavírus.

A película ProtectVir obteve uma performance de inativação viral de 99,9% em até três minutos de contato. O produto foi testado por pesquisadores da USP (Prof. Dr. Lúcio Freitas Junior e Prof. Dr. Édison L. Durigon) para Covid-19 (Sars-CoV-2), num dos maiores laboratório de referência do país que tem manipulado o vírus (Departamento de Microbiologia – Instituto de Ciências Biomédicas da USP).

A manutenção do ProtectVir é muito simples: deve ser feita uma limpeza com pano seco, retirando as sujidades superficiais. Não deve ser utilizado produtos químicos (como o álcool em gel) que criam uma película sobre o material e o risco de perda funcional do produto.

ProtectVir – http://www.protectvir.com.br

Vera Moreira/ Assessora de Imprensa da Borkar/(11) 3253-0586 e 99973-1474

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s